A argentina MI Carolina Luján no Clarín

A argentina Carolina Luján, 27 anos, ganhou seu primeiro torneio de xadrez aos 7 anos.  Hoje, com os títulos conquistados de WGM e MI, continua avançando no esporte no seu país e fora dele, e foi entrevistada pelo Clarín.Imagem

“De acordo com um estudo das universidades estado-unidenses de Harvad e Boston, apenas 1% dos grandes mestres de xadrez são mulheres. O estudo revela que os meninos e meninas iniciam no jogo com o mesmo nível e constatou que a diferença dos grandes mestres não é a inteligência, mas sim a prática; além de que muito mais homens começam a jogar xadrez desde a infância que mulheres, e são muito mais homens que continuam jogando ao longo da vida. Por que? Existe diferenças no temperamento de cada um na hora de jogar uma partida de xadrez? Homens e mulheres possuem diferentes sentimentos na hora da disputa? De qualquer maneira, Carolina Luján encontra-se entre as melhores enxadristas (Top 100 FIDE).” Leia a entrevista completa em espanhol aqui.

Anúncios

En passant

Imagem

Foto histórica do 20° Campeonato Brasileiro Feminino, realizado em Mogi Guaçu/SP em 1979. Neste torneio, Lígia Abreu Carvalho sagrou-se bi-campeã brasileira. A classificação final do torneio foi:

Jogadora UF 1 2 3 4 5 6 7 8 9 Pts
1 Lígia Abreu Carvalho SP 06= 04= 07+ 03= 14+ 02+ 05+ 13+ 08+ 7.5
2 Norma Snitkowsky RJ 22+ 07+ 10+ 04+ 03- 01- 08+ 15+ 13+ 7.0
3 Jussara Chaves SP 08= 16+ 17+ 01= 02+ 04= 06+ 05= 09= 6.5
4 Ruth Volkl Cardoso BA 14+ 01= 19+ 02- 08+ 03= 16+ 06+ 05= 6.5
5 Suely Moysés SP 07- 22+ 06= 20+ 10+ 09+ 01- 03= 04= 5.5
6 Angela Pinha RJ 01= 11= 05= 13= 07+ 14+ 03- 04- 16+ 5.0
7 Edda Bornelli SP 05+ 02- 01- 18+ 06- 12= 11+ 09= 15+ 5.0
8 Joara Chaves SP 03= 09= 13= 11+ 04- 10+ 02- 20+ 01- 4.5
9 Sônia Paredes RJ 16= 08= 21+ 10= 17= 05- 15= 07= 03= 4.5
10 Luciana Camassari SP 17+ 15+ 02- 09= 05- 08- 14- 22+ 19+ 4.5
11 Noemi de Oliveira RJ 12= 06= 15= 08- 13+ 16- 07- 21+ 14+ 4.5
12 Martha Martins SP 11= 13- 18= 17- 22+ 07= 21= 19= 20+ 4.5
13 Clarice Paim RS 15- 12+ 08= 06= 11- 18+ 17+ 01- 02- 4.0
14 Carmen Paim RS 04- 18+ 22= 15+ 01- 06- 10+ 16= 11- 4.0
15 Juliana Kamada SP 13+ 10- 11= 14- 20+ 17+ 09= 02- 07- 4.0
16 Palas Atena Veloso MG 09= 03- 20= 19= 21+ 11+ 04- 14= 06- 4.0
17 Rossandra Assumpção SC 10- 19+ 03- 12+ 09= 15- 13- 18= 22+ 4.0
18 Luciene Silva SP 20= 14- 12= 07- 19+ 13- 22= 17= 21+ 4.0
19 Karin Elisa Schemes SC 21= 17- 04- 16= 18- 21+ 20= 12= 10- 3.0
20 Sandra Studart DF 18= 21= 16= 05- 15- 22+ 19= 08- 12- 3.0
21 Simone Cordeiro DF 19= 20= 09- 22= 16- 19- 12= 11- 18- 2.0
22 Iara Regina Schemes SC 02- 05- 14= 21= 12- 20- 18= 10- 17- 1.5

Mais informações sobre o torneio aqui.

Colaboração da WMI Regina Ribeiro, enxadrista de SC e 7 vezes campeã brasileira

As princesas no Reino dos Generais

O Shogui (xadrez japonês), também chamado de Jogo dos Generais, tem a mesma origem do xadrez ocidental com algumas semelhanças nas regras, tais como: o objetivo que é o xeque mate, algumas peças são as mesmas (Rei, Torre, Bispo, Cavalo e Peão) com movimentos iguais ou semelhantes.
No Shogui temos os Generais de Ouro e Prata, além da Lança que não tem no xadrez ocidental. O tabuleiro é 9×9 casas, de uma só cor e a  grande diferença dos dois jogos é que no shogui, as peças reciclam, ou seja, as peças capturadas podem ser recolocadas no jogo pelo jogador que fez as capturas, tornando o jogo mais dinâmico e agressivo, pois a parte tática é muito explorada, inexistindo a teoria de finais.

Imagem
Existe ainda uma versão simplificada chamada de Shogui de Animais, também chamada de “Caça ao Leão”, muito jogada pelas crianças.
Imagem

Atualmente a modalidade vem sendo incentivada agregando-se às aulas de xadrez ministradas por mim e pelo meu esposo James Man de Toledo (Mestre Internacional de Xadrez) em diferentes instituições.
Imagem
Recentemente, dia 23 de junho de 2013, foi realizado o Campeonato de Shogui do ABC em Ribeirão Pires, onde tivemos em disputa 5 categorias adulto e 4 da Juventude (8 anos a 18 anos).

Imagem

A participação feminina na modalidade aqui no Brasil praticamente não existia. Porém com a prática das novas gerações, a participação feminina passa a ser significativa, por exemplo: vencendo 2 das 4 categorias absoluto de menores, sub 8 e sub 12 neste Campeonato do ABC.

ImagemImagem

 

1043981_203414386479906_1601612767_n

por Juliana Kamada, enxadrista e co-autora do livro Xadrez para Todos

32º Jogos Escolares de Santa Catarina – Regional Oeste e Centro Oeste

No último final de semana os 32º Jogos Escolares de SC – Regional Centro Oeste Feminino e Regional Oeste Feminino. As campeãs de cada regional foram: Regional Centro Oeste 1º lugar) Julia Almeida Oliveira (Joaçaba) 2º lugar) Caroline Dartora Burchoski Zago (Concórdia) 3º lugar) Bruna Almeida … Continuar lendo