En passant

ImagemOlimpíada de Novi Sad, na Iugoslávia, em 1990 – Palas Veloso, Joara Chaves e Eliana de Souza (à direita)

As 29ª Olimpíadas Mundiais de Xadrez aconteceram de 16 de novembro à 4 de dezembro de 1990 em Novi Sad, Filipinas. A equipe da Hungria, formado pelo trio Polgar, foi a grande campeã dentre os 66 países, sendo o Brasil o 26º colocado.

Na ocasião, as irmãs Susan, Judit e Sofia fizeram um feito quase impossível de acontecer novamente: além de conquistarem o bi-campeonato, as três receberam mais uma medalha de ouro cada uma. Foram as melhores primeiro, segundo e terceiro tabuleiro, respectivamente! Susan também recebeu uma medalha de bronze por sua performance. Foi a última vez que Judit Polgar competiu em torneios femininos. Confira AQUI.

*En passant  é uma seção de curiosidades sobre o xadrez feminino no  Brasil e no mundo

Brasil termina em 44º lugar na 41º Olimpíada Mundial de Xadrez

10575414_10202502091010685_2978043919709830763_o

FM Álvaro Zimmermann, WIM Vanessa Feliciano, WIM Regina Ribeiro, WIM Juliana Terao, WIM Joara Chaves e WFM Suzana Chang

A equipe feminina brasileira (50º lugar no ranking inicial) terminou a sua participação na  41º Olimpíada Mundial de Xadrez realizada em Tromso (Noruega) na 44º colocação entre 136 delegações.

Sem

A equipe composta pelas WIM Vanessa Feliciano, Juliana Terao, Joara Chaves, Regina Ribeiro e WFM Suzana Chang iniciaram o torneio com uma vitória de 4 x 0 para a equipe de Aruba e logo na segunda rodada foi emparceirada com a grande campeã Rússia, totalizando 6 vitórias e 1 empate após 11 rodadas.

1

2

A grande campeã foi a equipe da Rússia com a excelente performance de 10 vitórias, tendo escorregado somente frente à medalha de bronze Ucrânia, num match delicado considerando o cenário da política atual. A equipe da campeã mundial GM Yifan Hou terminou como vice-campeã do torneio.

10551057_807292175977372_433631755339956781_n

Rússia x Bulgária pela 11ª rodada