Quem são as enxadristas tituladas brasileiras?

Após a recente conquista no Sulamericano 2014, muitas pessoas tem me perguntado sobre as nossas mestras. Aí vai a lista:

WIM brasileiras

Larissa Ichimura é a mais nova WIM brasileira, ao lado de:

WIM

WFM brasileiras

Júlia Alboredo e Ramyres Coelho são as mais novas WFM brasileiras, ao lado de:

WFM

WCM brasileiras

Eymi Montufar é a mais nova WCM brasileira, ao lado de:

WCM

Busca realizada em 15/09/2014

Anúncios

Sulamericano 2014: o Brasil conquista títulos de WIM, WFM e WCM

10413405_10204522618042805_3732269247477430359_n

A mais nova WIM brasileira, Larissa Ichimura

A delegação feminina que representou o Brasil no XI SUDAMERICANO DE LA JUVENTUD finalizado ontem em Montevidéu, Uruguai, está voltando para casa com novos e importantes conquistas.

Larissa Ichimura venceu a categoria Sub-18 Feminino com 7,0 pontos/9 rodadas finalizando o torneio com saldo de +23 pontos de ELO e a grande conquista do título de WIM! Larissa será a 9ª WIM brasileira.

Júlia Alboredo conquistou o segundo lugar na competição com 6,5 pontos/9 rodadas somando +35 pontos de ELO.

Ramyres Coelho também foi vice-campeã na categoria Sub-16 Feminino, perdendo nos critérios de desempate, com 7,5 pontos/9 rodadas.

10414410_10201542724570264_385517716171072145_n625618_497212210337393_889911865_n

As novas WFM Júlia Alboredo  e Ramyres Coelho

As duas jogadoras voltam para o Brasil como as mais novas WFM do nosso país, que contava até então com somente 6 atletas (sendo 3 inativas) com esta titulação.

Eymi Priscila Berrio Montufar ficou em 3º lugar na categoria Sub-12 Feminino, com 5,5 pontos/9 rodadas e saldo +15 de ELO. Eymi conquistou assim, o título de WCM.

389012_527427577303189_969437287_n

A pequena WCM Eymi Montufar

Confira a participação das brasileiras nas categorias Sub-14 Feminino, e Sub-10 Feminino.

Parabéns por todas as conquistas meninas!!! Estamos sempre na torcida pelo crescimento do xadrez no Brasil!!

Confira entrevista com Larissa Ichimura aqui.

Larissa Yuki Ichimura lidera invicta o XI SUDAMERICANO DE LA JUVENTUD Sub-18 Feminino na 6ª rodada

Larissa

A brasileira Larissa Yuki Ichimura lidera o XI SUDAMERICANO DE LA JUVENTUD Sub-18 Feminino com 5,5 pontos em 6 rodadas com incrível atuação de 2262 de rating performance e ganhando 62 pontos de ELO até o momento (rating atual FIDE 1952). Júlia Alboredo faz a dobradinha brasileira, estando em segundo lugar na competição com 4,5 pontos e somando 47 pontos de ELO (rating atual FIDE 1885). O torneio está sendo realizado em Montevidéu e termina neste final de semana.

Confira a participação das brasileiras nas categorias Sub-18 Feminino, Sub-16 FemininoSub-14 FemininoSub-12 FemininoSub-10 Feminino.

Larissa Ichimura é a atual campeã brasileira sub-20 (edição 2013) e na ocasião concedeu entrevista para o nosso blog, confira aqui. A a enxadrista também é a atual campeã brasileira sub-18 (FENAJ realizada este ano em Três Rios-RJ) e participa atualmente do Projeto Rumo à Grande Maestria da Comissão de Mulheres da FIDE (WOM) e tem participado de treinamentos e torneios no exterior.

Dama em Xeque! Homenageando Lígia Abreu Carvalho

Ligia Maria Abreu Carvalho

A paulista Lígia Maria Abreu Carvalho foi campeã brasileira de xadrez em quatro vezes consecutivas. Venceu o Campeonato Brasileiro Feminino pela primeira vez em Brasília, no ano de 1978, aos 21 anos de idade. Repetiu o feito no ano seguinte, na competição realizada em Mogi Guaçu, ocasião da foto. E novamente em 1980 e em 1981, anos em que a prova máxima do xadrez feminino brasileiro foi disputada em Laguna. Nas edições de 1978 e de 1981, Lígia terminou empatada em pontos com a também paulista Jussara Chaves, a quem superou em ambas as ocasiões em matchs-desempate.

Representou o Brasil na Olimpíada de Xadrez de Malta, em 1980. Na ocasião fez 6,5 pts em 12 partidas e a equipe, composta também pelas jogadoras WIM Jussara Chaves, WIM Ruth Cardoso e Marcia Longo, realizou a melhor campanha da história das olimpíadas da participação feminina do Brasil, ficando em 10º lugar geral entre 42 equipes. A extinta União Soviética, encabeçada pela IM Maia Chiburdanidze, foi a campeã, com apenas meio ponto à frente da Hungria.

Lígia também era graduada em Letras pela Universidade de São Paulo e faleceu em 1993.

Leia mais sobre a história dos campeonatos brasileiros femininos clicando AQUI

Confira a foto das participantes do 20º Campeonato Brasileiro Feminino, ocasião do bi-campeonato de Lígia conquistado em 1979 em Mogi Guaçu – SP na coluna En Passant