Dama em Xeque! Eliana de Souza

ImagemEliana de Souza participou de diversas edições dos campeonatos paulistas e brasileiros femininos. Venceu três semi-finais de Brasileiros Femininos: Guarapari (1985), Petrópolis (1989) e Maringá (1990), tendo representado o Brasil na 29ª Olimpíadas de Xadrez em Novi Saad em 1990, ao lado das irmãs WIM Joara e Jussara Chaves e Palas Atena Veloso. Conheça um pouco mais da história dessa jogadora brasileira.

ImagemEliana de Souza representa atualmente o município de Americana, nos Jogos Abertos do Interior de SP, campeã 2012

O xadrez foi um marco decisivo para traçar minha trajetória. Quando criança escutava histórias sobre meu avô materno, o qual não conheci, sobre a sua habilidade de jogar xadrez. Sonhava acordada com um mundo que me era muito distante, o mundo dos “inteligentes” que sabiam jogar.

Aos oito anos mais ou menos, um primo um pouco mais velho, ganhou um tabuleiro dobrável de xadrez, e tentou me ensinar, não consegui aprender; que decepção, então a imagem do avô “genial” se solidificou.

ImagemO tempo passou e nunca mais tive qualquer contato com o jogo; aos 14 anos, já na 8ª série do antigo 1º grau, na cidade de Mauá – SP, a escola do SESI e Prefeitura local firmaram um acordo de ensinar xadrez nas escolas. Meu período de estudos era à tarde, restando desta forma, somente a parte da manhã para as aulas de xadrez, que eram 2 vezes por semana, entretanto havia aulas de educação física 3 vezes por semana no mesmo horário, desta forma seria necessário substituir uma aula de educação física por xadrez, como não gostava nada das aulas de “esporte” matriculei-me no curso de xadrez. Como se vê, o motivo não foi muito nobre, a ideia era encabular aulas que não gostava! Logo nas primeiras semanas houve uma seleção natural, daqueles que se identificaram ou não com a nova atividade, fiquei no restrito grupo que restou e me apaixonei muito por aquela aula. Passado três meses já estava “picada” pelo vírus transmissor da paixão por este jogo.

ImagemWIM Tatiane Duarte x Eliana de Souza nos JAI-SP em 2010

Fui convidada a representar a escola na competição esportiva que se dava entre os SESI’s e obtive o segundo lugar, me deixando mais motivada ainda, até hoje, depois de 34 anos me lembro de minha primeira medalha. Mas nem tudo é tão fácil, ao terminar o ano letivo mudei de escola, e minha família não queria nem ouvir falar em xadrez, havia quase que um trauma familiar a tudo que se relacionava com jogo; tentei várias vezes explicar que não se tratava de um jogo de azar, mas sempre em vão. Por ser muito tinhosa decidi que nunca mais jogaria, já que não poderia competir (que era meu objetivo) por lazer não o faria. E assim foi até o dia resolvi fazer um curso de culinária oferecido pela Walitta nas casas Bahia do centro de São Caetano do Sul (acho que era a matriz da rede); estava com 16 anos.

Imagem

Equipe de São José do Rio Preto nos JAI-SP em 2009

Voltando para casa percebi que no meu caminho havia uma placa de um “Clube de xadrez” fiquei maravilhada com a ideia de visitar. Uma tarde criei coragem e fui até lá. Fui recebida com muita atenção e carinho por todos; chegando em casa respirei fundo, criei muita coragem e pedi autorização para minha mãe para ficar sócia, claro que já com a proposta na mão…. Com relutância autorizou-me, desde que fosse somente aos domingos pela manhã. E assim começou, ano depois de ano, no princípio com todos os conflitos internos, pois meus pais não apoiavam; o grande marco para a mudança de opinião deles foi quando ganhei o primeiro campeonato brasileiro feminino juvenil. Desde então tudo ficou mais fácil e aprazível, eles vibravam e torciam por mim. Infelizmente, logo se foram e tive que seguir o caminho sozinha.

Imagem

No decorrer desta trajetória, fiz a faculdade de Belas Artes, joguei os Jogos Universitários por equipes que naquela época era absoluto, e foi uma grande honra participar. Representei a cidade de São Caetano por vários anos, depois fui para Osasco, até o ano de 1990 tive o apoio do querido MI Antonio Rocha e posteriormente do MI Antonio de Resende e Wagner Madeira, os quais eram extremamente pacientes com minha “preguiça” de estudar xadrez! Nestes anos ganhei alguns torneios importantes, como paulista feminino, semi-final de brasileiros femininos, brasileiro juvenil, Jogos Abertos e Regionais, e outras conquistas mais, porém a maior representação que tive na carreira foi jogar as Olimpíadas Mundiais, ao me classificar senti-me realizada e feliz pelo caminho que optei. Foi uma etapa que havia encerrado.

Após a Olímpiada de 1990, resolvi viver na Europa, tinha o sonho de ver outros mundos e outras culturas. Inicialmente me estabeleci na Itália, joguei xadrez por Pistoia, Riva del Garda e Arco e ao me mudar para Milão joguei profissionalmente pela equipe ferroviária italiana. No período que estive aí conheci o pai dos meus filhos, que por motivo de trabalho fez com que nos mudássemos para Viena, onde os meus adoráveis “herdeiros” nasceram… Ali joguei xadrez também, o ritmo era menos intenso, já que tinha duas crianças pequenas (a diferença entre eles é de apenas um ano), mas mesmo assim não abandonei, ainda vinha ao Brasil disputar os Jogos Abertos, e durante a estada na Áustria fui campeã Vienense.

Depois da Áustria fui para a Alemanha onde também joguei xadrez, representando as equipes de Nuremberg e Bayereuth, nesta última equipe conseguimos levanta-la para a Bundesliga o que é muito valorizado no esporte alemão. Na Alemanha obtive o título de campeã da Franconia (equivalente a um campeonato paulista). No final do ano de 2000 retornei ao país e voltei a jogar por aqui representando algumas cidades em Santa Catarina até tornar à casa, isto é, São Paulo, hoje estou na querida equipe de Americana.

Anúncios

Um pensamento sobre “Dama em Xeque! Eliana de Souza

  1. Pingback: En passant | As Enxadristas

Obrigada por comentar ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s