Quando as cariocas enfrentaram Mequinho

ImagemPublicação do Correio da Manhã, Rio de Janeiro, em 4 de setembro de 1972

Na década de 70 haviam 3 esportistas famosos no Brasil, Pelé, Emmerson Fittipaldi e Mequinho, como citou uma vez Luis Nassif em sua coluna na Folha de São Paulo. E em 1972, o GM Henrique Mecking estava em sua plena forma: foi campeão sulamericano e recebeu seu título de Grande Mestre, sendo o primeiro GM do Brasil. E enfrentou 20 mulheres numa simultânea realizada no Clube do Flamengo na cidade do Rio de Janeiro.

Helenita Hoffmann, na época representante da CBX na Guanabara, enxadrista carioca, foi quem organizou o evento há 40 anos atrás. Participaram ainda Sônia Paredes (3º lugar no brasileiro de 1963), Norma Snitkowsky (que participou de 15 campeonatos brasileiros femininos tendo side vice-campeã em quatro edições: 1969, 1973, 1975 e 1979), Eunice de Aquino (3º lugar no brasileiro de 1959, participou de 18 edições) e Noemi de Oliveira, que foi a vice-campeã do primeiro Campeonato Brasileiro Feminino de 1957, tendo sido 2º lugar nos campeonatos de 1962 e 1963 e, ainda, 3º lugar em 1958, 1960, 1961, 1965 e 1966. Fato curioso desta reportagem, é que mesmo após quatro décadas ainda estamos no velho dilema “meninos x meninas” nos tabuleiros!

Aproveito o ensejo para convidar as enxadristas do Rio de Janeiro (e as quem estiverem a passeio na cidade maravilhosa) para a palestra: XADREZ FEMININO, LIÇÕES ELEMENTARES PARA UM MELHOR DESEMPENHO NOS TABULEIROS a ser realizada no dia 17 de agosto. As inscrições são gratuitas. Clique AQUI para maiores informações.

ImagemImagemImagem

Anúncios

Copa Lind’ Água de Xadrez em Rondônia

ImagemNa última sexta-feira, 26/07/2013, Ariquemes recebeu seu primeiro torneio noturno de xadrez, Copa Lind’ Água de Xadrez realizado na Escola Heitor Villa Lobos que resultou três vagas para final do Campeonato Ariquemense de Xadrez Rápido que acontecerá em Dezembro. O evento contou com 15 jogadores de diferentes faixas etárias, foram premiados com medalhas e refrigerantes os três melhores colocados das categorias: Absoluto; Feminino; Sub 14; e o primeiro colocado na categoria Sub 10.

Com 4 vitórias em 4 jogos Renato Moura Lazzarotti foi campeão absoluto da Copa. A melhor jogadora feminino foi a bicampeã do JOER Jéssica de Paula Corrêa com 2 pontos, seguida de Hanna Kalyne com também 2 pontos. A diretória do Xadrez Clube Ariquemes agradece os apoiadores Refrigerantes Lind’ Água de Rondônia, Secretária Municipal de Educação, Roni do Esporte, E.E.E.F.M. Heitor Villa Lobos e Ciro Martins. Sem eles não seria possível à realização de um torneio a tal nível.

Imagem

Leandro Alves

Assessor de Comunicação do Xadrez Clube Ariquemes

WIM Vanessa Feliciano é melhor feminino no III Aberto do Brasil de Maringá

Imagem

MF Jomar Egoroff e WIM Vanessa Feliciano

WIM Vanessa Feliciano terminou o III Aberto do Brasil de Maringá em 16º lugar, invicta com 4 vitórias e 4 empates, totalizando 6,0/8. WFM Suzana Chang (28º lugar) e WIM Florencia Fernandez (31º lugar) finalizaram com 5,5/8. O campeão foi o argentino GM Sandro Mareco, com 7,5/8. Confira o resultado final aqui.

En passant

Imagem

Match pela 4ª rodada da 29ª Olimpíadas de Xadrez realizada em Novi Sad em 1990. Na foto, WMI Jussara Chaves, Palas Atena Veloso e Eliana de Souza representam o Brasil contra a Bolívia, ganhando o match por 2,5 x 0,5.  Veja o match da 8ª rodada aqui. Lembrando quem Novi Sad foi a última participação de Judit Polgar no torneio feminino, como retratei aqui.

Foto cedida pela WMI Regina Ribeiro (SC),  7 vezes campeã brasileira

*En passant  é uma seção de curiosidades sobre o xadrez feminino no  Brasil e no mundo

Liga Brasileira de Xadrez Feminino

ImagemEnxadrista, clique AQUI para participar 😉

“Quero ser uma boa enxadrista porque amo xadrez. Gostaria de jogar torneios que ofereçam boas condições de participação e onde a competitividade leal e saudável sejam a vitória maior.

Então, enxadristas dedicadas, vamos aumentar as integrantes da Liga? Todas as integrantes podem adicionar amigas enxadristas, publicar matérias e sugestões que fortaleçam nossa causa no AMPARO, ACOLHIMENTO, na SOLIDARIEDADE, no sentimento de PERTENÇA e nossa UNIÃO.

Aos poucos vamos nos organizando!”

WIM Regina Ribeiro, 7 vezes campeã brasileira.